Tempestade subtropical Aterrissagem terrestre de Alberto prevista para a próxima semana

Postado por Joseph Keefe25 maio 2018
Imagem de arquivo (CREDIT: AdobeStock / © mode_list)
Imagem de arquivo (CREDIT: AdobeStock / © mode_list)

Os produtores e refinadores norte-americanos do Golfo do México estão monitorando a tempestade subtropical Alberto, que deverá atingir o continente entre o leste da Louisiana e a Flórida na próxima semana, disseram as empresas na sexta-feira.
O Serviço Meteorológico Nacional previu na sexta-feira que a tempestade traria fortes chuvas para a região central da Costa do Golfo e o sudeste dos Estados Unidos no fim de semana e continuará até o início da próxima semana.
O Porto de Petróleo Offshore da Louisiana (LOOP), localizado a cerca de 20 milhas ao sul da costa da Louisiana no Golfo, estava operando normalmente, de acordo com o site da empresa. O LOOP é o único porto dos EUA que pode descarregar os maiores petroleiros.
O porta-voz da BP Plc, Jason Ryan, disse que não se espera que Alberto afete as operações da empresa no Golfo do México.
A Chevron Corp informou que a refinaria de 340 mil barris por dia (bpd) de Pascagoula, Mississippi, estava monitorando a tempestade, mas não modificando as operações.
A refinaria de 247 mil bpd da Alliance, em Louisiana, também está monitorando a tempestade na sexta-feira, informou a companhia.
O Golfo do México abriga 17 por cento da produção de petróleo dos EUA e 5 por cento da produção de gás natural seco diariamente, de acordo com a US Energy Information Administration. Ambos os números diminuíram, à medida que a produção de petróleo e gás em terra aumentava em grandes jogos de xisto.

Mais de 45% da capacidade de refino do país está localizada ao longo da Costa do Golfo dos EUA, que também abriga 51% da capacidade total de processamento de gás natural dos EUA.

Reportagem de Erwin Seba

Categorias: De Meio Ambiente, Energia, Energia Offshore, Finança, No mar, Observação do oceano, Segurança marítima