Wintershall Dea apara o portfólio da Noruega

1 outubro 2019
A Wintershall Dea está atualmente desenvolvendo seu campo Dvalin operado na plataforma continental norueguesa (Foto: Wintershall Dea)
A Wintershall Dea está atualmente desenvolvendo seu campo Dvalin operado na plataforma continental norueguesa (Foto: Wintershall Dea)

A Wintershall Dea concordou em vender suas participações no terminal de processamento de gás Nyhamna da Noruega e no gasoduto Polarled para CapeOmega e Solveig Gas para se concentrar em suas atividades de petróleo e gás a montante, disse a empresa alemã de petróleo e gás na terça-feira.

A Cape Omega adquirirá uma participação de 5% no terminal de Nyhamna, enquanto a Solveig Gas comprará uma participação de 13,3% na Polarled, que fornece gás do campo Aasta Hansteen da Equinor para Nyhamna, informou a Wintershall Dea em comunicado.

Espera-se que a transação seja concluída até o final de 2019, aguardando aprovações regulatórias.

Mario Mehren, CEO da Wintershall Dea, disse: “A venda desses dois ativos é um passo importante na direção de capturar valor do gerenciamento ativo do portfólio. A transação nos permitirá otimizar nossas atividades de negócios na Noruega e concentrar nossos esforços em ativos de maior prioridade em nosso portfólio. ”

A Wintershall Dea possui participação em mais de 100 licenças na Noruega. No exercício encerrado em 31 de dezembro de 2018, a Noruega representou 23,8% (140 mboe / d) da produção agregada do grupo (590 mboe / d).

Alv Solheim, diretor administrativo da Wintershall Dea na Noruega, disse: “A Noruega continuará a desempenhar um papel importante no portfólio internacional da Wintershall Dea nos próximos anos e esta transação está alinhada à nossa estratégia de focar em nossas atividades upstream e ambição de capturar oportunidades de crescimento futuro na plataforma continental norueguesa. ”

Além de operar três campos de produção noruegueses, a empresa também está desenvolvendo seus próprios campos operados, Dvalin e Nova, e é parceira em vários projetos de alto nível, como o re-desenvolvimento de Njord, Ærfugl e o Projeto de Expansão Snorre.

Categorias: Fusões e Aquisições